Sistemas Loterias

17 de jun de 2009

GCM É BALEADO E NÃO USAVA COLETE

No dia em que completa 29 anos de vida, um guarda municipal de Belo Horizonte tem mais um motivo para celebrar a data. Nesta terça-feira, Cr... thumbnail 1 summary
No dia em que completa 29 anos de vida, um guarda municipal de Belo Horizonte tem mais um motivo para celebrar a data. Nesta terça-feira, Cristiano Alberto Sales foi salvo de um disparo de tiro graças a sua targeta.
O agente de segurança fazia o patrulhamento na Praça Raul Soares, no Centro de BH, quando percebeu três homens correndo, um deles com uma arma na mão. Cristiano e outro guarda municipal correram atrás dos suspeitos pelas ruas do hipercentro. Na esquina da Rua Santa Catarina com Avenida Bias Fortes, um dos bandidos atirou, acertando a placa de identificação do guarda.
O disparo, segundo o tenente Câmara, do 1º BPM, pegou de raspão o distintivo de Cristiano. "Os bandidos tentaram assaltar uma joalheria na Avenida Amazonas, esquina com a Rua Paraná.O dono da loja gritou e os criminosos acabaram saindo correndo, sem conseguir levar nada", explicou o tenente. Na loja, ninguém foi ferido.
O guarda municipal foi levado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII com ferimentos leves no tórax. "Hoje eu nasci de novo. Foi Deus mesmo que pôs a mão", comentou Cristiano, logo após ser liberado pelos médicos.

O suspeito de ter efetuado o disparo está preso na 21ª DP e a arma, um revólver calibre 38, apreendida. Segundo o tenente Câmara, Lorran Douglas Moreira, de 20 anos, havia terminado de cumprir pena por homicídio. Os outros dois assaltantes conseguiram fugir.


SEM COLETE
Um colega do guarda e que não quis se identificar disse que a ocorrência desta terça-feira deixa evidente um problema já relatado pelos guardas municipais. Na capital mineira, os agentes não usam colete à prova de balas e não andam armados.
A Prefeitura de BH já foi contactada para esclarecer sobre essas questões.

CLIQUE NESTE LINK E ACOMPANHE A REPORTAGEM

Palpites Loterias