Sistemas Loterias

20 de ago de 2009

Ribeirão afasta guarda acusado de agredir morador de rua

A Prefeitura de Ribeirão Pires informou quinta-feira dia 13 que o GCM (guarda civil municipal) Emerson Torres Amante, suspeito de participa... thumbnail 1 summary
A Prefeitura de Ribeirão Pires informou quinta-feira dia 13 que o GCM (guarda civil municipal) Emerson Torres Amante, suspeito de participar da agressão a um morador de rua com um extintor de incêndio, foi afastado de suas atividades por 45 dias. Durante o tempo em que estiver suspenso, Amante não receberá salário.

De acordo com a administração municipal, o resultado do julgamento do outro GCM envolvido na agressão, Sandro Torres Amante, será conhecido na próxima semana. Os dois guardas são irmãos e durante as investigações exerceram funções internas na corporação.

A decisão da Comissão Disciplinar da cidade foi publicada e já está em vigor. Os trabalhos de apuração do caso foram iniciados no dia 29 de janeiro e levaram 180 dias para serem concluídos.

Relembre o caso - O morador de rua conhecido como Wallace foi agredido no ano passado em frente à antiga rodoviária de Ribeirão Pires. O homem, que é deficiente mental, foi pedir um copo de água para os GCMs e, em tom de deboche, Sandro perguntou se ele queria "gás de pimenta, borrachada ou tiro".


O morador de rua respondeu que queria "gás de pimenta" e Emerson questionou se ele pagaria com cheque ou dinheiro. Sandro voltou a perguntar se ele queria "gás natural ou gás carbônico" e o rapaz respondeu que queria "gás natural". Em seguida, o guarda disparou um jato de extintor contra o morador de rua.

Emerson gravou a cena com o seu celular e foi o responsável por espalhar o vídeo para outros aparelhos. Em sua defesa, os irmãos alegaram ser amigos do morador de rua e que a ação não passou de uma "brincadeira infeliz".

Palpites Loterias